Igreja é demolida após autoridades interromperem culto e agredirem fiéis na China

  • 26/06/2020

Igreja é demolida após autoridades interromperem culto e agredirem fiéis na China

Autoridades ligadas ao Partido Comunista Chinês interromperam um culto em uma igreja, agrediram fiéis e demoliram o templo na província Henan, no dia 12 de junho.

AInda pela manhã, cerca de 200 funcionários de vários departamentos do governo chegaram à Igreja Sunzhuang com guindastes e máquinas pesadas. Os oficiais integravam o Departamento de Assuntos Étnicos e Religiosos do Distrito de Alta Tecnologia de Zhengzhou e forçaram a entrada na igreja para então render os cristãos que estavam lá reunidos. Eles não mostraram nenhum documento legal.

Algumas das propriedades da igreja, incluindo cadeiras, foram jogadas para fora. Pelo menos uma cristã resistiu, foi empurrada ao chão e precisou ser hospitalizada, depois de ficar inconsciente. Outra cristã foi hospitalizada depois que as autoridades a espancaram. Um fiel da igreja acabou sendo preso.

Após os oficiais conseguirem expulsar os cristãos do templo com essa ação truculenta, a igreja foi então demolida.

A Igreja Sunzhuang ingressou na rede chinesa de igrejas legalizadas e administradas pelo governo no início dos anos 90. Em junho de 2013, o Comitê da Vila Sunzhuang emitiu um aviso de demolição para a Igreja Sunzhuang, afirmando que os fiéis não estavam seguindo completamente os procedimentos para a construção de seu templo.

Em resposta à acusação do Comitê, a igreja apresentou às autoridades um certificado mostrando que haviam obtido aprovação prévia do governo. Naquela época, o governo enviou um grupo de pessoas para demolir a igreja e cortar o fornecimento de eletricidade e água. No entanto, os cristãos protegeram a igreja e os funcionários não puderam prosseguir.

FONTE: http://guiame.com.br/gospel/missoes-acao-social/igreja-e-demolida-apos-autoridades-interromperem-culto-e-agredirem-fieis-na-china.html

Aplicativos


Locutor no Ar

Anunciantes